Textos

SENTIDOS
Força que sustenta a imensidão perdida que anda nos vales da esperança,

Ponteando esquinas, cavalgando gargantas.

No olhar de uma lágrima que o amor vence o ódio de um tempo perdido,

Pesadelo do recomeço nas palavras tremulas, o desconforto e a ilusão que passa na pele fria, a alegria e tristeza do não poder saber.

Sozinho compro e vendo emoções nos lagos da aventura que surpreende o investimento sem sentido, aves sobrevoam o azul, montanhas verdes no balançar da imensidão do mar, passos silenciosos na areia sedentos e perigosas, o fracasso do vento,

A partida e chegada das flores, Pendências e canções nas profissões alheias,

A vontade que arrebenta o momento das tardes perdidas,  

o arrependimento de um coração, novamente o vento, eu me arrepio de frio, mas no arredio o sofrimento,

Perdi-me em pensamentos, do dia que te conheci.  

Saudoso sorriso, maroto e inocente, que me fez inconsequente desse amor sombrio.
Adria Freitas e ALEXANDRE FERREIRA
Enviado por Adria Freitas em 07/01/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr