Ádria Freitas

Uma Vez aberta as Portas da percepção, Impossível retornar.

Textos

A Lua
A lua transmite em noites frias, sua luz luminosa,
refletindo na escuridão, traz o medo e o silêncio,
A magia e a emoção,
já cantava os ciganos em volta de uma fogueira,
celebrando com a lua sua conselheira,
A cada tempo uma história se faz, ser
filha da lua, solitária ficarás,
Mas quem disse que a lua está sozinha,
Em tempos de Eclipse seu encontro amoroso com o sol,
raio que se apaga diante da sua amada,
Feliz madrugada que aos apaixonados verão,
A lua é pálida e muda tempos em tempos,
Lua Nova, Crescente, Cheia e Minguante,
A cada instante é breve em seu silêncio.
Mas quando tudo está em movimento há sempre uma
solução, basta achar uma saída para suas noites amargas e
tristes da vida,
Não basta olhar para trás,
Tem que mudar seu presente,
Para seu futuro como a lua transformar,
Em seu breve momento de amor,
Viver e nunca mais solitária ficar.

ADRIAFF
Enviado por ADRIAFF em 18/08/2013
Alterado em 16/03/2014

Site do Escritor criado por Recanto das Letras